quinta-feira, 19 de abril de 2018

DIA MUNDIAL DO LIVRO - 23 de abril

"O Dia Mundial do Livro é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril. Pretende anualmente promover o prazer da leitura e o respeito pelos livros e pelos seus autores.
Esta data foi escolhida com base na tradição catalã segundo a qual, neste dia, os homens oferecem às suas «damas» uma rosa vermelha de S. Jorge e recebem em troca um livro, testemunho das aventuras do cavaleiro. Em simultâneo, é prestada homenagem à obra de grandes escritores, como Shakespeare, Cervantes e Garcilaso de la Vega, falecidos em abril de 1616.

Em 2018, e porque se comemora o Ano Europeu do Património Culturala Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas quis relacionar a noção de património com o valor cultural e intemporal do Livro e da Leitura. Resultado do conjunto de várias forças, desde o autor ao leitor, passando pelo editor, tradutor, revisor, designer, ilustrador, tipógrafo, livreiro, animador da leitura, o Livro encontra o seu valor intemporal quando é lido e passado de geração em geração, de uma língua para outra língua, de um suporte para outro suporte de leitura.

O cartaz deste ano, baseado numa fotografia que a fotógrafa Luísa Ferreira concebeu no Arquivo Nacional Torre do Tombo, com design da LUPA Designers, pretende transmitir, metonimicamente, que um livro cruza justamente tudo isto: tempo, espaço, língua, cultura, imagem, suporte, fotografia, escrita, mas também uma leitura e muitas leituras, prazer e fruição."   In: DGLAB
A Biblioteca Municipal divulga o seu acervo tendo em exposição algumas obras desde a Antiguidade Grega passando pelos Clássicos da Literatura até aos autores contemporâneos remetendo para a intemporalidade do livro como património de todos.





quarta-feira, 18 de abril de 2018

Dia Internacional dos Monumentos e Sítios - 18 de abril






Hoje é DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS.
Tema para este ano - PATRIMÓNIO: de geração para geração.
Vamos lá pensar sobre isto!

sábado, 14 de abril de 2018

7 razões para ler livros infantis

Razões evocadas por Román Belmonte* para, mesmo em adulto, ler livros infantis. Publicado no Dia Internacional do Livro Infantil no blog "Donde Viven Los Monstruos" :
1 - Acessibilidade;
2 - Curiosidade;
3 - Necessidade profissional;
4 - Beleza das ilustrações;
5 - Regresso à inocência, fuga ao mundo adulto;
6 - Nostalgia da infância, viagem à Terra do Nunca;
7 - Paixão;

quinta-feira, 5 de abril de 2018

22º Prémio Nacional de Ilustração - Concurso




22ª EDIÇÃO DO PRÉMIO NACIONAL DE ILUSTRAÇÃO
ABERTURA DAS CANDIDATURAS - 26 de março a 30 de abril de 2018
A Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas informa da abertura da 22ª edição do Prémio Nacional de Ilustração, que decorrerá entre 26 de março e 30 de abril de 2018. O folheto com o Regulamento desta edição do Prémio, publicado através do Despacho nº 10635/2017 de 6 de dezembro, tem ilustração de Fátima Afonso, vencedora do último PNI.
Deverão ser enviados, até dia 30 de abril de 2018 (data do carimbo dos CTT), quatro exemplares de cada uma das obras concorrentes e um curriculum por ilustrador para:
PRÉMIO NACIONAL DE ILUSTRAÇÃO
DIREÇÃO-GERAL DO LIVRO, DOS ARQUIVOS E DAS BIBLIOTECAS
Direção de Serviços do Livro
Edifício da Torre do Tombo
Alameda da Universidade
1649-010 Lisboa
Os curricula devem ainda integrar os contactos atualizados (morada com código postal, telefone, email e site) dos respetivos ilustradores.

segunda-feira, 2 de abril de 2018

DIA INTERNACIONAL DO LIVRO INFANTIL - 2 de abril


“Num livro, o pequeno é sempre grande, de forma instantânea e não apenas quando se chega à idade adulta. Um livro é um mistério onde se pode encontrar algo que não se procurava ou que não estava ao nosso alcance. Aquilo que os leitores de uma certa idade não conseguem compreender, permanece na sua consciência como uma impressão, e continua a atuar mesmo quando não o compreendem totalmente. Um livro ilustrado pode funcionar como uma arca do tesouro de sabedoria e cultura mesmo para os adultos, da mesma forma que as crianças podem ler um livro para adultos e encontrar nele a sua própria história, um indício para as suas jovens vidas. O contexto cultural molda as pessoas, estabelecendo as bases para as impressões que se farão sentir no futuro, assim como para experiências mais difíceis, às quais terão de sobreviver sem por isso terem de deixar de ser íntegras.
Um livro infantil representa o respeito pela grandeza do pequeno. Representa um mundo que se cria de novo uma e outra vez, uma seriedade lúdica e preciosa, sem a qual tudo, incluindo a literatura para crianças, seria apenas um trabalho pesado e vazio.”

In: mensagem para o Dia Internacional do Livro Infantil da autora Inese Zandere (Letónia)
Mensagem em português na integra:
http://livro.dglab.gov.pt/…/Documents/DILI_2018_mensagem.pdf

Cartaz português para o Dia Internacional do Livro Infantil 2018

Ilustração de Fátima Afonso 
[Prémio Nacional de Ilustração em 2017]

quarta-feira, 28 de março de 2018